segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Gay Notice: séries, presidência, cinema e muito mais


E trazemos mais um resumo do que rolou de interessante sobre o mundo GLS.

A série “caRIOcas” periga a não sair apenas dos primeiros capítulos. A série de temática gay brasileira esta partindo para a produção independente já que nenhuma emissora se mostrou interessada em colocar uma série gay em sua grade. Para isto, eles estão pedindo a colaboração de todos por este site, quem puder contribuir clique lá. Pois, eles querem produzir no mínimo 15 episódios para novas negociações. O núcleo da trama traz um jogador de futebol não assumido com medo de represálias de seus patrocinadores, um jovem expulso de casa após ser descoberto e um interiorano assumido e muito feliz com sua condição.

O escritor James Bayly quer entrar na disputa pela presidência do Peru em 2011, ele também é jornalista e gay assumido, com apoio de suas filhas. Sua plataforma constitui a descriminalização do aborto, a legalização do casamento gay e cortar certos privilégios que Igreja Católica tem no seu país.

O tenente americano Dan Choi que se assumiu em TV aberta e por isto foi exonerado do cargo, recebeu um convite do exercito para voltar as suas funções. A polêmica que aconteceu encima do caso, fez o exercito americano rever seus conceitos.

Uma nova campanha estréia em Portugal encabeçado pela organização ILGA. No vídeo que você pode ver logo abaixo, mostra a relação entre um pai gay e seu filho, mostrando que independente da opção sexual , pai é sempre pai.



Não foi desta vez que nosso Mister Gay Brasil levou o Mister Gay World. O grande vencedor da noite foi o representante Sul Africano. O brasileiro levou o prêmio de Mister Popularidade.

A associação Casarão Brasil GLS ontem abriu seu novo projeto chamado Cine Purpurina. Apesar do nome esquisito, o projeto consiste em visualizações de filmes de temática gay e discussões entre jovens e seus pais sobre o tema em questão. Para quem ficou interessado, a associação fica em São Paulo, Rua Frei Caneca, 1057. Qualquer informação pelo telefone (11) 3171-3739.

Um caso polêmico aconteceu na Inglaterra, o ex-apresentador de TV Ray Gosling confessou ter matado seu namorado. Após saber que o próprio estava no estagio terminal da AIDS, o apresentador o asfixiou com um travesseiro. Segundo Gosling, os dois tinham o pacto de não deixar um ao outro sofrerem, que seu namorado não agüentava mais as dores e não iria querer passar por todo este estado terminal. O apresentador esta preso e pode pegar até 14 anos de cadeia, e a rede BBC esta sendo investigada, já que desde o final do ano passado estava com a fita da confissão em seu poder.

Ass.: R

Um comentário:

Renato D'Amore disse...

Muito bonita a propaganda portuguesa, só devemos tomar cuidado com a palavra "opção", pois dá a entender que sexualidade é uma escolha, o que não é verdade.

Leia também:

Related Posts with Thumbnails