terça-feira, 20 de outubro de 2009

Gay Notice: Polêmica, Novela, Leis, Filme e mais


Calendário espanhol causa escândalo em comunidades religiosas. Com tiragem inicial de apenas 500 exemplares, o calendário mostra várias santas representadas por transexuais. O sucesso foi tanto, que a nova tiragem já alcançou quase 10.000 exemplares.

Bem, para falar a verdade eu fico bem no meio desta polêmica, sem saber que lado irei. Pois ao mesmo tempo em que não podemos podar as veias artísticas, também vale o desrespeito a religião alheia. Como uma velha frase diz: “a liberdade de um vai até quando começa a liberdade de outro”. Se quisermos ser respeitados, devemos adquirir respeito sendo respeitável. Desculpem a frase pleonástica, mas resumiu o que eu quis dizer :)

Em outra mídia, o ator Marcelo Valle, disse que montou seu personagem bissexual Omar da novela “Viver a Vida” como se fosse qualquer outro personagem independente da sexualidade. Este ponto, apenas é uma característica, não o todo. Gostei disto, é muito bom ver as pessoas tratando a sexualidade como característica, e não como algo que vá transformar em caricatura o personagem.

Na semana passada, foi aprovada em Maceió uma lei contra a homofobia. A lei diz que é crime qualquer tipo de preconceito em comércios, indústrias e repartições públicas. Após várias denuncias, demorou 12 anos para enfim o projeto ir a voto.


O polêmico filme do “Começo ao Fim” que participou da Mostra de Cinema do Rio de Janeiro, esta fora da Mostra de São Paulo. Mas, calma, ele será o filme de abertura do Festival Mix Brasil de Cinema da Diversidade Sexual, que acontecerá do dia 12 a dia 17 no CineSesc.

A polêmica em si, não vem da homossexualidade dos irmãos, e sim do clima de incesto que rola entre os dois. O filme é estrelado pelos globais Julia Lemmertz e Fábio Assunção, e também pelos belos Rafael Cardoso e João Gabriel Vasconcellos, que vivem os irmãos que contracenarão cenas quentes nas telonas.

Nesta segunda-feira foi exibido na TV inglesa o documentário "Age 8 and wanting a Sex Change", que mostrava a história do menino Josie Romero, que aos oito anos conseguiu na justiça a mudança de sexo, que ocorrerá quando ele ficará maior de idade.

O menino que se veste e age como menina desde pequenino, aos 12 já começará a passar por tratamentos de hormônios para o desenvolvimento corporal, para enfim aos 18 fazer a cirurgia de adequação na genitália.

Pois é, o mundo esta mudando realmente. E até eu fico assustado, imagina quem esta “fora” dele.

Em breve mais noticias relacionada ao mundo gay.

Ass.: R

2 comentários:

.Guh disse...

qnt a imagem do calendario realmente eh dificil comentar
qnt ao resto...eh pra ficar feliz de ver que nem todos ficaram estagnados e estao se abrindo a diversidade....com passos de tartaruga mas eh melhor do q nada :)

Ricardo disse...

As comunidades religiosas cristãs tradicionais dão uma interpretação à Bíblia segundo a qual a homossexualidade é uma aberração. Não sou cristão, nem judeu, nem muçulmano e pouco me importam, portanto, as opiniões daqueles que se dizem pora-vozes de Deus. Mas há homossexuais que se importam com isso, que se sentem bem quando acolhidos por uma religião.
Os santos são entidades características da religião católica (protestantes e evangélicos não creem em santos). Se admitirmos que a representação de santas por transexuais (ou por homossexuais) é um desrespeito, estamos admitindo que os transexuais (e os homossexuais) não são dignos de fazer parte da "virtuosa" religião católica. E como ficam os homo ou transexuais que creem em Deus e no cristianismo? Devem viver enrustidos?
Não há desrespeito nesses calendários. Os que se sentem desrespeitados são os ignorantes que acham que somos inferiores a eles em função de nossa sexualidade. E esses que se fodam. Com todo respeito, é claro.

Leia também:

Related Posts with Thumbnails