quarta-feira, 6 de maio de 2009

O filho bem criado da Claudia Leite


Bem, acho que muitos de vocês ouviram as frases arrepiantes do Casal Leite. Sim, Claudia Leite quando perguntada sobre homossexualismo, ela e seu marido, deram respostas bem reveladoras. Primeiro, enquanto aos homossexuais, a cantora disse que gostava deles e que tinha até amigos.

Mas o problema veio, quando perguntaram sobre o filho, que a época ainda estava esperando na barriga, fosse gay. Os dois metralharam duas frases sem noção: “Não, o meu filho vai ser muito macho”. “Não, o meu filho vai ser bem criado”.

Ontem, ouvi o noticiário na hora almoço, e nele dizia que o filho da cantora esta internado com meningite. Eu pensei, oras, eu sou gay e nunca peguei meningite. Mais qual a correlação de tudo isto?

Bem, não querendo comparar a homossexualidade com doença. Mas, do mesmo jeito que ele foi bem criado e pegou a doença, ele pode ser também gay. É isto que a mentalidade de certas pessoas não encaixa: seu filho pode ser boa pessoa e ser gay. Seu filho pode ser o melhor da escola e ser gay. O seu filho pode ser macho e ser gay. Ou também ser o pior da escola, feminino ou malcriado, e também ser gay.

Homossexualismo não é algo que seja mental, patológico ou até mesmo para alguns, contaminante. Ele não vai ser gay por causa de um trauma de infância, ou por que foi abusado, ou porque foi mal educado. Não existe isto: “me tornei gay”.

Você nasce gay, tem estudos científicos que querem comprovar que até o cérebro de um homem homossexual tem a formação diferente de um heterossexual. Assim, como os das mulheres são diferentes dos homens. Então não é uma aberração, problema no DNA, desvio de conduta ou possessão demoníaca.

Somos gays por que nascemos e fomos gerados no ventre para sermos gays. Se a pessoa “deixou” de ser gay por causa de uma religião, ele apenas esta fazendo a natureza dele ir contra ela mesmo. Isto que não é natural.

Pois bem, Claudia. Não desejo nenhum mal para seu filho, e espero que ele se recupere bem. E eu sou bem criado, macho, nunca tive meningite e também, sem sombra de duvidas, sou gay.

Ass.: R

5 comentários:

Leandro disse...

Penso da mesma forma!

g.boy disse...

por isso digo q somos superiores, justamente por entender a vida de uma maneira mais racional. mas um dia todos vão entender q somos como qquer um e q homossexualidade naum eh doença. soh espero q naum demore mto!

=_

E! disse...

Eu fui bem criado. Nunca tive meningite... Mas sou gay!

Só um pequeno detalhe (e se couber, correção): a palavra homossexualismo não deve ser usada, já que o sufixo "ISMO" (do grego) designa patologia, distúrbio (como em bruxismo, traumatismo, hirsutismo...). O correto seria somente homossexualidade - para não haver dúvidas mesmo quanto à homossexualidade não ser doença!

.Guh disse...

1ª vez q eu passo aqui....

qnt a claudia
bom...sabe como eh neh...vai cuspir pro alto....
voltou no olho ^^

Salico disse...

O comentário do blog falou tudo,
parabéns pelo comentário!!!

Leia também:

Related Posts with Thumbnails